Home História  |  Introdução  |  Tipos  |  Receita de cerveja preta  |  Receita 1 cerveja clara Receita 2 cerveja clara 


 

Frutas

Computação Gráfica
Vagas de emprego

Holismo

 

 


.

 


Cerveja clara - Receita2

Higiene é absolutamente crucial. Na menor falha, bactérias e fungos irão dar gosto ruim em sua cerveja.
Dica: Use um pulverizador com álcool, para esterilizar todo material e suas mãos, durante a produção de cervejas.
Todo equipamento para produção de cervejas deve ser novo e de uso exclusivo.
Use detergente neutro com o sanitizador (sem diluir) para lavar os equipamentos, em seguida enxágue com bastante água corrente.

Cuidado Especial com as Garrafas

É necessário cuidado especial com a higenização das garrafas, para não contaminar sua cerveja com possíveis resíduos de seu fundo.
Lave-as com água corrente, até que toda sujeira tenha saído. Olhe pelo gargalo e verifique se está bem limpo. Aqueça água até 90º C e esterilize-as (Nunca use água fervente, pois as garrafas podem estourar). Após esta lavagem deixe-as viradas de boca para baixo até secarem.

Dica: Para facilitar a limpeza das garrafas, assim que você degustar sua cerveja, lave- as imediatamente em água corrente.

DICAS MUITO IMPORTANTES

* Sabão e gordura devem ser evitados ao máximo.
* Faça a fervura bem intensa. ( etapa nº 7 ).

* No cozimento, obedeça criteriosamente a escala de temperaturas e mexa sem parar. ( etapa nº 3 ).

* Siga corretamente a quantidade de açúcar determinado em nossa receita, pois caso seje colocado em maior quantidade que o solicitado, existe risco de explosões das garrafas. “Cuidado”!

* Oxigênio: é o maior destruidor do paladar da cerveja, portanto cuidado para não estragá-la. Ele
somente será importante antes do momento da fermentação ( etapa nº13 ).

* Quando estiver produzindo cervejas, use touca e luvas.

* Lave os equipamentos imediatamente após seu uso, isso facilita muito a limpeza.

CONTINUAÇÃO

* Faça cervejas por várias vezes, somente a prática vai fazer você um excelente cervejeiro amador.

* A maturação é muito importante para qualidade final da cerveja.

* Não lave com sabão os copos de cervejas.(Use detergente neutro)
* Tome cerveja no mínimo com 2 dedos de espuma.

* Nunca guarde cerveja deitada.
* A temperatura ideal para degustar cerveja é em torno dos 4ºc a 6ºc.

* As cervejas artesanais são refrescantes! Tanto a clara como a escura são turvas por não serem filtradas, restando no fundo da garrafa um pouco de depósito, para que, no final, você possa sentir o que a cerveja tem de melhor.

* Você esta aprendendo a fazer apenas 1 tipo de cerveja, após sua prática inicie novas modalidades.

* Fazer cerveja é arte, ciência e alquimia, portanto, faça com prazer, dedicação e magia...

CUIDADO ESPECIAL COM O FERMENTO

Somente com fermento cervejeiro de boa qualidade, você poderá produzir cerveja artesanal de qualidade superior. Portanto, muito cuidado com a manipulação do fermento – Não abra sua embalagem, mantenha-o em geladeira até 24 horas antes da produção de cerveja, para evitar contaminações.


INGREDIENTES

Água: Utilize água de mina, poço ou mineral.

Malte: Guarde em local seco e arejado.

Lúpulo: Guarde em geladeira, bem tampado.

Fermento Cervejeiro: Guarde em geladeira.

Açúcar: Utilize somente o cristal ou demerara, açúcar mascavo ou refinado não servem para fazer cervejas.

Milho Quebrado: Canjiquinha ou Quirera.

MÃOS À OBRA E BOAS CERVEJAS
Receita para 20 litros de cerveja
1,5 Kg de malte,
500 Gramas de milho quebrado,
650 Gramas de açúcar Cristal ou demerara, (Nunca colocar mais do que esta medida )
150 ml de Fermento Cervejeiro de boa qualidade,
20 Gramas de lúpulo,
25 Litros de água aproximadamente,
35 Tampinhas metálicas,
50 Gramas de floculador, (opcional)
50 Fixador de espuma, (opcional)
Álcool para esterilizar os equipamentos,
Sanitizador para lavar os equipamentos.
Rendimento: aproximadamente 33 garrafas de 600 ml

EQUIPAMENTOS
Panela acima de15 litros, preferencialmente com torneira,
Colher de pau , Peneira, ( tipo de pedreiro ) fina
Balde branco (atóxico) de 20 litros,
Tanque de fermentação de 20 litros,
Máquina manual para colocar as tampinhas,
Termômetro Cervejeiro com proteção de plástico
1 Pires branco p/ teste do iodo
2 Pulverizadores um para o álcool e outro para o sanitizador.

BRASSAGEM

Aqueça entre 45ºc e 49ºc, aguarde por 15 minutos
Aqueça entre 55ºc e 59ºc, aguarde por 15 minutos
Aqueça entre 64ºc a 69ºc, aguarde por 30 minutos
Aqueça até 72ºc - aguarde 15 minutos

Teste do iodo.
Coloque algumas gotas do líquido da panela em um recipiente branco e pingue (5) cinco gotas de iodo. A cor da reação do iodo no líquido deverá ser laranja – alaranjado. Caso não seja, refaça a etapa acima entre 64º até 69º com mais critério, repetindo novamente o teste de iodo.

Cuidado: Após a queda de temperatura, tome certos cuidados para não contaminar sua cerveja. Evite deixar a panela sem tampa ou falar muito próximo à panela. (Nas próximas etapas a cerveja pode contaminar- se com maior facilidade)

Maturação.
Guarde as garrafas em pé, em local de pouca luz, com temperatura entre 14ºc e 28ºc, por 5 dias. Após este prazo ,se possível, coloque-as de pé em na geladeira. Aguarde por mais 10 dias, e você poderá degustar sua criação.

Esta cerveja tem em média de 3,5% a 5,0% de álcool por volume.
Validade da cerveja após a maturação: em temperatura ambiente aproximadamente 15 dias, na geladeira até 90 dias.

A CERVEJA E O PÃO DE MALTE

Na fabricação da cerveja não se desperdiça nada. Nós podemos aproveitar o bagaço que sobra para fazer um pão natural muito nutritivo e saboroso.
Este bagaço não deve conter lúpulo porque o pão ficaria amargo. Portanto, quando fizer a sua cerveja prepare o lúpulo à parte.
Após fazer a cerveja, divida o bagaço que sobrou em porções iguais
de 20 colheres de sopa (super cheias)guardando-as em saquinhos plásticos no congelador ou freezer.
Se você moer novamente este malte no liquidificador, as palhas e casquinhas desaparecerão.
Cada saquinho destes é a dose ideal e exata para uma receita.

INGREDIENTES:
-3 tabletes de fermento de 15 g cada.
-1 colher de sopa com sal .
-1 copo de leite morno .
-3 colheres de sopa com açúcar.
-2 ovos (3 se quiser pincelar o pão com gema).
-3 colheres de sopa de margarina(bem cheias).
-1 kg de farinha de trigo.
-20 colheres de sopa com o bagaço do malte.
(aproximadamente 500 g )


MODO DE PREPARO :
1- Em uma bacia espaçosa dissolva o sal , o açúcar e o fermento no leite morno;
2- Acrescente os ovos e a margarina misturando tudo
3- Acrescente a farinha de trigo junto com o bagaço do malte e amasse até ficar tudo por igual . Se a massa estiver muito pegajosa vá acrescentando farinha de trigo (aos poucos ) até a massa ficar macia porém não pegajosa;
4- Comece a sovar a massa muitíssimo bem!!!
Sabemos que a massa já esta bem sovada (e este é o segredo de um pão bem fofinho ) quando ela começar a crescer e ficar elástica.
Nesta altura se você apertá-la com a ponta do dedo ela logo volta a ficar lisa como se fosse de borracha.
Dividimos a massa em 4 pães, colocamos na forma , e cobrimos com um pano seco até ela dobrar de tamanho.

Obs:
1-aqueça o forno em temperatura média por 5 min. antes de colocar o pão para assar;
2-20 min. depois , abra o forno e de uma espiada se a massa já cresceu (quase dobrou de tamanho), abaixe para fogo brando e asse por mais 40 min.Tempo total de forno 60 minutos.
3-Quando o pão já estiver frio , embale-o num plástico tipo rolopace ele permanecerá fresquinho por mais de 20 dias, mesmo fora da geladeira.